INSCREVA-SE
 
Home
Bolsa Filantrópica

BOLSA FILANTRÓPICA

O programa de bolsas de estudo é um processo anual voltado para alunos da FACHA que nunca tiveram bolsa, em situação de carência econômica, conforme legislação vigente. É um benefício concedido parcial ou integralmente, através da análise da documentação e da renda bruta do grupo familiar.

O processo é organizado por uma Comissão instituída para este fim, tendo a atribuição de organizar, verificar documentação e conceder o benefício de acordo com o quantitativo estipulado pela OHAEC em função da legislação vigente, além de fiscalizar, no decorrer do ano, denúncias de concessão indevida.

As bolsas de estudos oferecidas pela OHAEC seguirão a legislação vigente e requisitos próprios, sobretudo o critério socioeconômico a ser auferido pela instituição.Não há bolsa no meio do ano.

  • Não está apto o aluno/candidato portador de diploma de nível superior e nem matriculado em outra IES pública e/ou particular.
  • Para a manutenção da bolsa de estudos, todos os alunos beneficiados devem provar sua situação socioeconômica anualmente. Devendo apresentar a documentação exigida sempre nas duas primeiras semanas de dezembro, a data é informada através de e-mail, cartazes colados na FACHA Méier e Botafogo e site.
PN nº 5 de 2017 MEC - Art. 12

Os alunos contemplados com bolsa autorizam a FACHA a fornecer, todos os seus dados solicitados pelo MEC, para publicação no site visando, a transparência destas perante a sociedade.

Fique atento aos prazos, pois não há prorrogação.

O fato de o aluno e/ou seu responsável ter expectativas de uma bolsa não o autoriza a deixar de pagar sua prestação mensal no vencimento.

O (a) aluno (a) deverá estar rigorosamente em dia e regularmente matriculado em um dos cursos de graduação da instituição.  

O (a) aluno (a) deverá ter o seu C.R. (Coeficiente de Rendimento) do semestre anterior igual ou superior a 7,0 (sete) e conjuntamente ter o Rendimento Acadêmico de 75%, ou seja, ser aprovado neste percentual das disciplinas efetivamente cursadas.

A bolsa só vigorará após o lançamento, sendo que nunca é retroativo.

Para o bolsista integral a bolsa incide nos meses de janeiro e julho, sendo essencial que o bolsista parcial efetue o pagamento para confirmar a matrícula e deferimento do pedido. A bolsa integral incide nos meses de janeiro e julho.

As bolsas são variáveis e baseados no número de alunos que se encontram efetivamente matriculados nos Cursos de Graduação, e ainda, dentro dos parâmetros acima expostos.  Sendo assim, esse percentual pode tanto aumentar, como diminuir dependendo do número de créditos ou quantidade de bolsas disponibilizadas para o processo.

A comissão poderá, havendo necessidade, solicitar a qualquer tempo a apresentação de outros documentos pendentes e/ou que se fizerem necessário para esclarecer dúvidas. No caso da não entrega no prazo estabelecido, o aluno será automaticamente desclassificado do processo e o que tiver a bolsa perderá a mesma.

Mesmo o aluno estando enquadrado em um dos perfis (parcial ou integral) à concessão da bolsa filantrópica está condicionada ao número de créditos disponibilizados para o processo, e a quantidade de bolsas estipuladas pela OHAEC.

PARA ACOMPANHAR O LANÇAMENTO da Bolsa Filantrópica código =  202

O aluno deve entrar em sua secretaria virtual/financeiro/boletos bancários.

 

Edital 2018

É um benefício concedido ao estudante parcial ou integralmente, após análise da documentação e da renda do grupo familiar, conforme a 12.101/2009 modificada pela Lei 12868/2013.

Alunos da FACHA, que estejam cursando a partir do 3º semestre na Instituição e cumulativamente em situação de carência econômica conforme legislação vigente.

Integral - Se o resultado da renda familiar por pessoa for até um salário mínimo e meio, o estudante poderá concorrer à bolsa integral.

Parcial - Se o resultado da renda familiar por pessoa for maior que um salário mínimo e meio e menor ou igual a três salários mínimos, o estudante poderá concorrer a uma bolsa parcial de 50%.

As bolsas são variáveis e baseados no número de alunos que se encontram efetivamente matriculados nos Cursos de Graduação, e ainda, dentro dos parâmetros acima expostos.  Sendo assim, esse percentual pode tanto aumentar, como diminuir dependendo do número de créditos ou quantidade de bolsas disponibilizadas para o processo.
Mesmo o aluno estando enquadrado em um dos perfis (parcial ou integral) à concessão da bolsa filantrópica está condicionada ao número de créditos disponibilizados para o processo, e a quantidade de bolsas estipuladas pela OHAEC.

Entregando documentação no período estipulado no protocolo ou secretaria, sob requerimento.

1 -  Renovação - Alunos que já são bolsistas e desejam manter o benefício.
2 -  Solicitação -  Alunos que nunca tiveram bolsas e desejam obter o benefício.
2.1 - Não há bolsa para o primeiro período na FACHA.
2.2 - Não há bolsa para alunos contemplados com outros benefícios do Governo Federal (ProUni, FIES, SISU e outros)
2.3 - A bolsa não é cumulativa com outros benefícios oferecidos pela Instituição.
2.4 - Não há bolsa para alunos com matrícula trancada.
2.5 - Não há bolsa para os alunos que já tiveram bolsa e perderam por qualquer motivo.

Fazem parte da Inscrição e Renovação:

  • O Edital 2018 de Bolsa*
  • Manual do Aluno FACHA*
  • Manual do Aluno da Bolsa Filantrópica*
  • Formulário 
  • Lista de documentos*
  • Anexos, usar somente os necessários ao grupo familiar.**
  • Termo Aditivo
  • Folha de Rosto
  • Manual do aluno da FACHA
  • * - Não precisam ser entregues dentro do envelope
    ** - Use somente os necessários ao seu grupo familiar

Parágrafo Único: não está apto o aluno/candidato portador de diploma de nível superior e nem matriculado em outra IES pública e/ou particular.

Na solicitação e/ou renovação o aluno deve observar o tempo de Integralização do curso como de no máximo 2 semestres a mais que o do curso. Ex: Comunicação no máximo de 10 semestres, sendo 8 do curso e dois para integralização.

As bolsas são variáveis e baseados no número de alunos que se encontram efetivamente matriculados nos Cursos de Graduação, e ainda, dentro dos parâmetros acima expostos.  Sendo assim, esse percentual pode tanto aumentar, como diminuir dependendo do número de créditos ou quantidade de bolsas disponibilizadas para o processo.

Mesmo o aluno estando enquadrado em um dos perfis (parcial ou integral) à concessão da bolsa filantrópica está condicionada ao número de créditos disponibilizados para o processo, e a quantidade de bolsas estipuladas pela OHAEC.

Poderá participar do Processo Seletivo o aluno:

  • Com renda per capita de até 03 (três) salários mínimo.
  • Adimplente com a FACHA.
  • Quem esteja cursando a partir do 3º semestre na FACHA
  • Deverá ter o seu C.R. (Coeficiente de Rendimento) do semestre anterior igual ou superior a 7,0 (sete) e cumulativamente;
  • Rendimento Acadêmico (.RA )de 75%, ou seja, ser aprovado neste percentual das disciplinas efetivamente cursadas no semestre anterior.                        
  • Não há bolsa no meio do ano.
  • Não está apto o aluno/candidato portador de diploma de nível superior e nem matriculado em outra IES pública e/ou particular.
  • Não ser portador de Diploma de Nível Superior
Mesmo o aluno estando enquadrado em um dos perfis (parcial ou integral) à concessão da bolsa filantrópica está condicionada ao número de créditos disponibilizados para o processo, e a quantidade de bolsas estipuladas pela OHAEC.

As bolsas são variáveis e baseados no número de alunos que se encontram efetivamente matriculados nos Cursos de Graduação, e ainda, dentro dos parâmetros acima expostos.  Sendo assim, esse percentual pode tanto aumentar, como diminuir dependendo do número de créditos ou quantidade de bolsas disponibilizadas para o processo.

A bolsa concedida só tem efeito a partir da data de concessão. Em nenhuma hipótese, a bolsa terá caráter retroativo sobre as prestações pagas, não havendo desta forma direito a reembolso.


O fato de o aluno ter expectativas de uma bolsa não autoriza a deixar de pagar sua prestação mensal no vencimento.

É obrigatório o aluno bolsista manter atualizados seus contatos na secretaria virtual.

A bolsa integral incide nos meses de janeiro e julho, sendo essencial que o bolsista parcial efetue o pagamento para confirmação da matrícula.

As bolsas serão concedidas, após: 

- Conferência do CR e R.
- Conferências das informações prestadas no Formulário e verificação da documentação;
 - Visita à residência a critério da Comissão ou conforme Edital 2018;
- Informações retiradas nas redes sociais;
- Outras fontes que permitam uma melhor avaliação da solicitação;
- Assinatura do termo aditivo de bolsa.
- A bolsa não é cumulativa com outros benefícios oferecidos pela Instituição.
- O aluno que for beneficiado com a bolsa de estudo parcial deverá retirar o boleto, através da secretaria virtual, com o devido lançamento e quitá-lo até o vencimento.
- As bolsas concedidas devem ser renovadas anualmente através do processo, contudo, após o 1º primeiro semestre PODERÃO ser renovadas automaticamente para o 2º semestre, desde que, entre outros requisitos, o aluno contemplado..
- Esteja Adimplente; 
- Tenha CR (Coeficiente de Rendimento) igual ou superior a 7 (sete) no semestre anterior a solicitação; 
- Tenha 75% de frequência em aula;
- Curse preferencialmente a grade completa dos períodos do curso ao qual ganhou bolsa;
- Não efetue trancamento de matrícula;
- Não faça trancamento de TCC;
- Não curse menos de 15 créditos;
- Não solicite troca de turno, unidade e/ou curso ou habilitação;
- Não tenha omitido ou fraudado informações e/ou documentos solicitados para o processo;
- Preferencialmente tenha concluído o ensino médio em rede pública ou escolas privadas com bolsa integral.
- As solicitações e/ou renovações são concedidas das matrículas mais antigas para as novas, oportunizando assim que os alunos com mais tempo na instituição se formem.
As renovações e solicitações são vistas das matrículas mais antigas para as mais novas, oportunizando assim que alunos mais antigos possam ter a oportunidade de se formar;
A comissão poderá, havendo necessidade, solicitar a qualquer tempo a apresentação de outros documentos pendentes e/ou que se fizerem necessário para esclarecer dúvidas. No caso da não entrega no prazo estabelecido, o aluno será automaticamente desclassificado do processo e o que tiver a bolsa perderá a mesma.

Mesmo o aluno estando enquadrado em um dos perfis (parcial ou integral) à concessão da bolsa filantrópica está condicionada ao número de créditos disponibilizados para o processo, e a quantidade de bolsas estipuladas pela OHAEC.

Aluno que perdeu bolsa não poderá mais concorrer.

  • Semestral - Após análise de rendimento acadêmico de 75% de Rendimento Acadêmico (RA) nas disciplinas efetivamente cursadas e cumulativamente CR 7 (sete).
  • Anual - Após análise de Rendimento Acadêmico (RA), ou seja, ser aprovado em 75% das disciplinas efetivamente cursadas, cumulativamente CR 7 (sete) e inscrição no processo anual de bolsa, com entrega da documentação do grupo familiar no prazo estipulado pelo Edital 2018.

Na renovação semestral, os critérios CR e Rendimento Acadêmico são cumulativamente avaliados para a manutenção da bolsa.

Na renovação anual, os critérios CR, Rendimento Acadêmico são cumulativamente avaliados e, somados ainda a entrega da documentação no prazo estipulado para avaliação.

Solicitação 

No prazo estipulado no Edital 2018, entregar o Formulário de SOLICITAÇÃO, a documentação do grupo familiar organizado por grau de parentesco (essas pessoas devem estar relacionadas no formulário), Termo Aditivo e anexos específicos ao grupo familiar.

O estudante, seja bolsista integral ou parcial, para manter-se com o benefício, deverá ser aprovado em, no mínimo, 75% das disciplinas cursadas e CR 7 (sete) em cada semestre.

Alunos com solicitação devem pagar integralmente até o resultado final do processo de bolsa.

Lançamento da Bolsa 


Semestral 
Até quinze dias após o último prazo de lançamento de notas pelos professores para conferência do CR e RA.


Anual
Parcial - Até o dia 05 de janeiro do ano seguinte à entrega, após conferência do CR, RA e da documentação do grupo familiar.

Integral e Solicitação - Até o dia 31 de março do ano seguinte à entrega, após conferência do CR, RA e da documentação do grupo familiar.

Ex: Entrega da documentação até 16/12/2017 - Resultado até 05.01.2018 e/ou 31.03.2018.

Todos os alunos devem entregar os documentos pendentes, se houver, no prazo solicitado.

Mesmo o aluno estando enquadrado em um dos perfis (parcial ou integral) à concessão da bolsa filantrópica está condicionada ao número de créditos disponibilizados para o processo, e a quantidade de bolsas estipuladas pela OHAEC.

PARA ACOMPANHAR O LANÇAMENTO da Bolsa Filantrópica código =  202
O aluno deve entrar em sua secretaria virtual/financeiro/boletos bancários.

MEC - PORTARIA NORMATIVA Nº 10, DE 30 DE ABRIL DE 2010

Art. 8º § 1º Entende-se como renda familiar mensal bruta a soma de todos os rendimentos auferidos por todos os membros do grupo familiar, que compreende:
I - o valor bruto de salários, proventos, vale alimentação, gratificações eventuais ou não, gratificações por cargo de chefia, pensões, pensões alimentícias, aposentadorias, comissões, pró-labore, outros rendimentos do trabalho não assalariado, rendimentos do mercado informal ou autônomo, rendimentos auferidos do patrimônio e quaisquer outros, bem como benefícios sociais, salvo seguro desemprego, de todos os membros do grupo familiar, incluindo o estudante e; 
II - qualquer auxílio financeiro regular prestado por pessoa que não faça parte do grupo familiar.

PN nº 5 de 2017 MEC - Art. 12

Inclusive aqueles provenientes de locação ou de arrendamento de bens móveis ou imóveis.

Estão excluídos:

§ 3º Estão excluídos do cálculo de que tratam os parágrafos anteriores:

 I - os valores percebidos a título de:

 a) auxílios para alimentação e transporte;

 b) diárias e reembolsos de despesas;

 c) adiantamentos e antecipações;

d) estornos e compensações referentes a períodos anteriores;

e) indenizações decorrentes de contratos de seguros; e

 f) indenizações por danos materiais e morais por força de decisão judicial.

II - os rendimentos percebidos no âmbito dos seguintes programas:

a) Programa de Erradicação do Trabalho Infantil;

b) Programa Agente Jovem de Desenvolvimento Social e Humano;

c) Programa Bolsa Família e os programas remanescentes nele unificados;

d) Programa Nacional de Inclusão do Jovem - Pró-Jovem;

e) Auxílio Emergencial Financeiro e outros programas de transferência de renda destinados à população atingida por desastres, residente em municípios em estado de calamidade pública ou situação de emergência; e

f) demais programas de transferência condicionada de renda implementados pela União, Estados, Distrito Federal ou Municípios.

 

III - o montante pago pelo alimentante a título de pensão alimentícia, exclusivamente no caso de decisão judicial, acordo homologado judicialmente ou escritura pública que assim o determine.

 

Entende-se como grupo familiar, além do próprio candidato, o conjunto de pessoas residindo na mesma moradia do candidato que, cumulativamente, usufruam da renda bruta mensal, e sejam relacionadas ao candidato pelos seguintes graus de parentesco: pai, padrasto, mãe, madrasta, cônjuge, companheiro (a), filho (a) e mediante decisão judicial, menores sob guarda, tutela ou curatela, enteado (a), irmão (ã), avô (ó).

PN nº 5 de 2017 MEC - Art. 12

§ 4º Caso o grupo familiar informado se restrinja ao próprio estudante, este deverá comprovar percepção de renda própria que suporte seus gastos, condizente com seu padrão de vida e de consumo, sob pena de indeferimento do pedido.

§ 5º Será indeferido o pedido do estudante que informar grupo familiar com o qual não compartilhe o domicílio, salvo decisão em contrário da instituição de ensino, observada em qualquer caso a obrigatoriedade de informar a renda de todos os membros do grupo familiar do qual dependa financeiramente, nos termos do disposto no inciso II.

 

A renda familiar por pessoa é calculada somando-se a renda bruta dos componentes do grupo familiar e dividindo-se pelo número de pessoas que formam este grupo.
Perfil
Integral - Se o resultado da renda familiar por pessoa for até um salário mínimo e meio, o estudante poderá concorrer à bolsa integral.
Parcial - Se o resultado da renda familiar por pessoa for maior que um salário mínimo e meio e menor ou igual a três salários mínimos, o estudante poderá concorrer a uma bolsa parcial de 50%.

Entregar sempre a documentação do grupo familiar sempre nas duas primeiras semanas de dezembro.

Entrega de documentos: Ver data no Edital 2018, site e cartazes. Entregar os documentos até às 20h30min, no protocolo sob requerimento.
A inscrição no processo só será validada mediante a entrega dos documentos no protocolo.

Locais para entrega dos documentos:
Unidade Botafogo - Protocolo
Unidade Méier - Protocolo

Para entrega da documentação, leia atentamente, o Edital 2018, a lista de documentos e o manual do aluno bolsista. 
Mesmo o aluno estando enquadrado em um dos perfis (parcial ou integral) à concessão da bolsa filantrópica está condicionada ao número de créditos disponibilizados para o processo, e a quantidade de bolsas estipuladas pela OHAEC.

O QUE ENTREGAR
1. Imprima e preencha a folha de rosto (ano, curso, habilitação, campus e todas as informações  solicitadas, se souber);
2. Cole a folha de rosto na frente do envelope que colocará os documentos do grupo familiar;
3. Imprima, preencha e assine o formulário
4. Imprima, preencha e assine o termo aditivo.
5. Imprima a lista de documentos e providencie todos os do grupo familiar.
6. Imprima, preencha, e reconheça firma dos anexos use somente os necessários ao grupo familiar.
7. Coloque todos os documentos aqui citados e os do grupo familiar separado por grau de parentesco dentro do envelope.
Ex.: Pai - todos os documentos do pai, Mãe - todos os documentos da mãe, filho 1 - todos os documentos do filho 1, filho 2 - todos os documentos do filhos 2.
8. Protocole sob requerimento o envelope lacrado.

O QUE LER ATENTAMENTE
01- Imprima e leia atentamente o Edital 2018 - Não precisa entregar no envelope;
02 -Imprima e leia atentamente o Manual do aluno - Não precisa entregar no envelope;
03 -Imprima e leia atentamente a lista de documentos - Não precisa entregar no envelope;

Entende-se como grupo familiar, além do próprio candidato, o conjunto de pessoas residindo na mesma moradia do candidato que, cumulativamente, usufruam da renda bruta mensal, e sejam relacionadas ao candidato pelos seguintes graus de parentesco: pai, padrasto, mãe, madrasta, cônjuge, companheiro (a), filho (a) e mediante decisão judicial, menores sob guarda, tutela ou curatela, enteado (a), irmão (ã), avô (ó).

Entrega na Secretaria ou Protocolo, SOB REQUERIMENTO: 01/12/2017 a 15/12/2017.

A inscrição no processo só será validada mediante a entrega dos documentos sob protocolo.

EM HIPÓTESE ALGUMA SERÁ ACEITO DOCUMENTOS FORA DO PRAZO.

16.1 - A análise dos documentos ocorrerá de acordo com a data da entrega.
16.2 - Caso o pedido seja indeferido, a documentação estará à disposição do aluno, para sua devida retirada na Secretaria até 15/04/2018. Após essa data a documentação será destruída.

As bolsas serão canceladas, após:

- CC - Conclusão do Curso;
- MFP - Inexistência de matrícula dentro do prazo estipulado pelo setor ou manual do aluno;
- AC - Abandono do curso;
- MIES - Matrícula do bolsista em IES Pública e/ou privada com bolsa/desconto;
- MSE - Mudança Substancial na situação socioeconômica grupo familiar do bolsista;
- RA - Rendimento Acadêmico inferior a 75% no semestre anterior;
- CR - Coeficiente de Rendimento inferior a 7,00 (sete) no semestre anterior e cumulativamente com CR e o RA;
- D - Denúncia;
- FO - Fraude ou omissão de informações ou documentos solicitados para comprovação de informações.
- DP - Não entrega da documentação e documentos pendentes no prazo;
- IR - Incompatibilidade de renda.
- T - Trancamento

- TC- Término dos créditos e ou quantitativo de bolsas disponibilizadas para o processo;
- FD - Falta de documentos comprobatórios; 
- IC - Insuficiência de carência; 
- CR  - Coeficiente de Rendimento inferior a 7,00 (sete) no semestre anterior e cumulativamente com CR e o RA;
- RA - Rendimento Acadêmico inferior a 75% no semestre anterior;
- RPC - Renda per capita acima de 03 (três) salários mínimo.
- MFP - Inexistência de matrícula dentro do prazo estipulado pelo setor ou manual do aluno;
- AC- Abandono do curso
- MIES - Matrícula do bolsista em IES Pública e/ou privada com bolsa/desconto.
- MSE - Mudança Substancial na situação socioeconômica grupo familiar do bolsista;
- D - Denúncia
- FO - Fraude ou omissão de informações ou documentos solicitados para comprovação de informações.
- DP - Não entrega da documentação e documentos pendentes no prazo;
- IR - Incompatibilidade de renda.

O presidente das Organizações Hélio Alonso de Educação e Cultura institui a Comissão de Análise das Bolsas de Estudos para o processo vigente.  

A referida Comissão terá como atribuições a distribuição dos respectivos recursos financeiros/créditos, pelo montante disponibilizado para o processo de bolsa.

O processo de seleção e distribuição das Bolsas de Estudos será realizado sem interferências pessoais, ideológicas, político-partidárias ou privilégios, baseando-se sua análise e deferimento, tão somente, nas informações e documentação apresentada pelo próprio candidato e nos documentos pendentes solicitados e entregues no prazo.

- O resultado será disponibilizado na Secretaria Virtual do aluno até o dia:

  • Para alunos com Bolsas Parciais - Até o dia 05 de janeiro do ano seguinte
  • Para Bolsistas Integrais e Solicitações - Até o dia 31 de março do ano seguinte

Ex: Entrega da documentação até 16/12/2017 - Resultado até 05.01.2018 e/ou 31.03.2018.
- Não serão fornecidas quaisquer informações sobre o andamento do processo, antes da data estabelecida para resultado, salvo por determinação da comissão.
- Mesmo o aluno estando enquadrado em um dos perfis (parcial ou integral) à concessão da bolsa filantrópica está condicionada ao número de créditos disponibilizados para o processo, e a quantidade de bolsas estipuladas pela OHAEC.

As bolsas concedidas para o ano de 2018 só tem efeito a partir da data de concessão/resultado. Em nenhuma hipótese, a bolsa terá caráter retroativo sobre as prestações pagas ou em aberto desta forma não há direito a reembolso.

O fato de o aluno ter expectativas de uma bolsa não autoriza a deixar de pagar sua prestação mensal no vencimento.

Caberá apenas uma única vez recurso, caso o pedido seja indeferido. Após receber o e-mail com o INDEFERIMENTO, deverá fazer um requerimento pedindo uma nova análise e justificando o porque pode ter havido um possível erro de análise.

Caso o aluno não seja contemplado com bolsa poderá recorrer ao FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), PRAVALER ou aguardar o próximo processo de seleção de bolsas para se candidatar novamente

- Qualquer pessoa, durante todo o processo de vigência da bolsa, independente de identificação, poderá formalizar denúncia, dirigida ao NRSA, por e-mail, pessoalmente ou através da Ouvidoria.
- O Aluno bolsista denunciado será notificado para prestar esclarecimentos e/ou entregar documentos ao NRSA, em dia e hora determinados, sendo os atos de diligências, registrados em processo interno para apuração de denúncia. No caso de ser a denúncia procedente, após a oportunidade do contraditório e da ampla defesa, o beneficiário terá a bolsa encerrada, ficando obrigado a restituir os valores recebidos, de forma corrigida.
- O aluno que perder a bolsa por motivo de denúncia ficará impedido de participar de novos processos de concessão de bolsa de estudo até o término de seu curso.

Ao final do processo será sorteado pela Comissão um percentual de alunos e beneficiados com a bolsa de estudo que serão visitados, bem como averiguada novamente toda sua documentação e, em caso de omissão de dados e/ou divergência de informações, estarão sujeitos à perda da bolsa e a restituição dos valores recebidos, de forma corrigida e o benefício será repassado a outro aluno. Ficará, também, sujeito às penalidades legais o beneficiado que omitir dados, informações, documentos, etc., ou mesmo faltar com a verdade. 
a.   A análise dos documentos ocorrerá de acordo com a data da entrega.
b.  Caso o pedido seja indeferido, a documentação estará à disposição do aluno para sua devida retirada na Secretaria até (em breve). (ver Edital 2018) Após essa data a documentação será destruída.

Edital 2018 *

Manual do aluno da FACHA*

Manual do aluno bolsista filantrópico *

Termo Aditivo

Folha de Rosto

Formulário

Lista de Documentos*

Anexos**

* - Não precisam ser entregues dentro do envelope
** - Use somente os necessários ao seu grupo familiar

Mesmo o aluno estando enquadrado em um dos perfis (parcial ou integral) à concessão da bolsa filantrópica está condicionada ao número de créditos disponibilizados para o processo, e a quantidade de bolsas estipuladas pela OHAEC.

Os documentos devem ser entregues no Protocolo da FACHA Méier ou de Botafogo, endereçado à Comissão de Bolsa Filantrópica em envelope.

Para a manutenção da bolsa de estudos, todos os alunos beneficiados devem provar sua situação socioeconômica anualmente. Devendo apresentar a documentação exigida sempre nas duas primeiras semanas de dezembro, a data é informada através de e-mail, cartazes colados na FACHA Méier e Botafogo e site.
Fique atento aos prazos, pois não há prorrogação.

DÚVIDAS
Envie um e-mail para: jackeline@helioalonso.com.br

Assunto: Processo de bolsa 2018 e colocar número de matrícula.

Top